Segunda-feira, 4 de Julho de 2022
0 1
:
1 6
Escute a rádio online | Cuiabá

Notícias | Jurídico

15/04/2021 - 15:28

Juíza condena réus por tortura e roubo de mêcanico

A pena será cumprida em regime semiaberto e os réus tem direito de recorrer em liberdade

Giro Conti

Juíza condena réus por tortura e roubo de mêcanico

Foto: Reprodução

Da Redação

A juíza Anna Paula Gomes de Freitas, da Segunda Vara Criminal da Comarca de Tangará da Serra (239 km a médio-norte de Cuiabá), condenou os réus Gustavo Henrique Nilson Albues e Jhony Marlon Camargo de Souza pelo assassinato do mecânico João Paulo Andrade da Costa. Foi determinada a pena de sete anos e quatro meses e sete anos e oito meses de reclusão, respectivamente, pelos crimes de tortura e roubo. 

A pena será cumprida em regime semiaberto e ambos têm o direto de recorrer em liberadade por serem réus primários perante a lei. 

O crime ocorreu no dia 3 de dezembro, na cidade de Tangará da Serra, quando os investigados foram até oficina onde a vítima trabalhava para cobrar uma dívida, por meio de violência física, verbal e tortura. As autoridades tomaram conhecimento do crime dois dias depois após vídeo, gravado por um dos investigados, mostrando as agressões cometidas ser compartilhado nas redes sociais.

Gustavo Henrique Nilson Albues aparece no vídeo agredindo a vítima e Jhony Marlon Camargo de Souza foi o autor da filmagem.
 
No dia 7 de dezembro a polícia representou pela decretação da prisão preventiva dos réus pelo crime de tortura, sendo deferida pela magistrada na mesma data. Com isso, os mandados de prisão foram cumpridos no dia 8/12.
 
A juíza constatou a materialidade das infrações penais com base no boletim de ocorrência, relatório de investigação, termos de declarações prestados pela vítima, exame de corpo de delito, filmagem feita por um dos réus e juntada aos autos, termos de declarações de testemunhas, bem como, pelos depoimentos colhidos durante a instrução processual.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet