Segunda-feira, 4 de Julho de 2022
0 1
:
0 8
Escute a rádio online | Cuiabá

Notícias | Jurídico

27/04/2021 - 09:52 | Atualizada em 27/04/2021 - 13:06

Carlos Alberto é eleito presidente do TRE-MT

A decisão foi tomada pelo Pleno da Corte Eleitoral nesta terça-feira, em sessão virtual

Giro Conti

Carlos Alberto é eleito presidente do TRE-MT

Foto: Reprodução

 

Por Ariana Martins

Em decisão tomada pelo Pleno da Corte Eleitoral e transmitida pela internet por conta da pandemia do novo coronavírus, o desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha foi eleito presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso, na manhã desta terça-feira (27). A desembargadora Nilza Maria Pôssas de Carvalho foi eleita vice.
 
Carlos Alberto e Nilza Maria comandarão a Corte Eleitoral pelos próximos dois anos (2021-2023). A vice-presidente ainda ocupará o cargo de corregedora regional eleitoral.

A desembargadora Serly Marcondes Alves foi escolhida como juíza membro substituta.

Encerrou-se, nesta segunda-feira (26.04), a Gestão do presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, desembargador Gilberto Giraldelli, e do desembargador Sebastião Barbosa Farias, vice-presidente e Corregedor Eleitoral.

Giraldelli afirmou estar realizado pelo trabalho desempenhado, porém, a falta de um tempo maior para o trabalho presencial lhe causou desconforto.

“Da minha parte, a única lamentação que levo foi não conseguir estar presente fisicamente na grande maioria dos eventos, de visitar todas as Zonas Eleitorais, de ter aquele olhar frente a frente. Vou sempre guardar o registro positivo, o grande aprendizado que foi trabalhar aqui”.

Para o desembargador Sebastião Barbosa Farias, o encerramento da gestão faz parte de um ciclo natural, porém, difícil de enfrentar.

Nunca foi fácil amenizar a dor da despedida, pelo menos em um percentual capaz de alcançar a alegria esfuziante na hora da chegada. Todos os projetos e ações desenvolvidas pelo Tribunal foram e são importantes. Todavia, não encerraria esse meu ciclo no TRE sem mencionar a Correição Humanizada, porque levou um olhar mais humano às nossas inspeções e correições, e o Projeto Soletre, pois esse projeto, em especial, é uma semente de transformação na vida daquelas pessoas que não tiveram a oportunidade do aprendizado da leitura e da escrita”.
(Com informações do TRE-MT)

 

Vídeo Relacionado

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet